segunda-feira, 10 de maio de 2010

maureen bisilliat - fotografias




Um privilégio. Este é o substantivo que cabe a quem adentrar a Galeria de Arte do Sesi, na Av. Paulista, 1313, em São Paulo, até 4 de julho. Está instalado ali, um pedaço do universo de Maureen Bisilliat: suas tecituras, seus encantamentos, seu olhar poético se fundindo com a poética de Cabral, de Rosa; de sertões de Euclides; de bahias de Amado; de terra xingu...Nascida inglesa, Maureen se tornou brasileira por circunstância ou por destino e por aqui, sem que talvez pudesse supor, ou sonhar, captou a essência que a lente não rouba, mas empresta, pelo tempo de um click, a alma de quem por ela se deixou fotografar.



Mais, e com mais propriedade, falaram Rubens Fernando Júnior e Juan Esteves


sexta-feira, 7 de maio de 2010

os eua x john lennon


Gostaria de ter feito esta postagem há mais tempo, logo após ter assistido ao filme “Os EUA x John Lennon”, documentário assinado por David Leaf e John Scheinfield, que permanece em cartaz em São Paulo, agora, apenas, no Frei Caneca Unibanco Artplex.
O nome já dá uma idéia de que se trata de um confronto. De um lado um país vivendo ainda os rescaldos do marcarthismo; em plena Guerra Fria e com a ação direta na sangrenta Guerra do Vietnã. No comando de tudo isso, Richard Nixon. Do outro lado uma geração contestadora, que unia jovens, ativistas políticos, estudantes, artistas que queriam uma nova configuração mundial e, sobretudo, sem guerras. John Lennon estava deste lado, discutindo em entrevistas e debates, produzindo ações e músicas que viraram hinos cantados em manifestações à frente da Casa Branca. Acabou virando alvo do FBI.
O filme nos transporta para o momento da efervescência histórica do final dos anos 60 início dos 70, recuperando cenas da época além de depoimentos de peso como dos ecritores Gore Vidal e Tariq Ali, do linguista Noam Chomsk, do jornalista Carl Berstein ( que, em parceria com Bob Woodwarde, desvendou o caso Watergate que derubaria o presidente Nixon) e o do fundador do Panteras Negras, Bob Seale, com quem Lennon se alia.

Abaixo o link do trailer. (Não achei nenhum com legendas):

http://www.youtube.com/watch?v=N8RvaWblqic

domingo, 2 de maio de 2010

a última vitória da ditadura

Hoje faço um intervalo na poesia, nas artes plásticas, na fotografia, nas músicas.

O Supremo Tribunal Federal me fez lembrar de uma história que sinteticamente relato.

Lá pelo final dos anos 80, conheci na USP uma moça, estudante do curso de história, que não passou a adolescência com os pais. Foi criada por uma tia. Quando criança, presenciou, numa tarde chuvosa, quando brincava no corredor que ligava o seu quarto com a sala, dois homens desconhecidos levarem seu pai e sua mãe. Ela não sabia que seria a última vez que veria o seu pai. A mãe, ela ainda veria mais uma vez, quando a tia a levou em um lugar que parecia ser uma delegacia de polícia. Menina, que carregava sempre com ela um ursinho de pelúcia, pôde perguntar para a mãe o porquê dela estar ali, presa, e não em casa. A mãe, olhando para o ursinho, lhe disse: porque eu queria que todas as crianças pudessem ter brinquedos como você tem.
Esta foi a última lembrança que guardou da sua mãe.

Nunca mais vi essa moça, mas me lembrei muita dela nesta semana em que o STF julgou improcedente os argumentos da OAB de que a Lei de Anistia, promulgada em 1979, não amparava as ações dos agentes da repressão, que torturaram e mataram muitos opositores do regime militar que governou o Brasil entre 1964 e 1985.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Sempre procuro colocar imagens nas minhas postagens. Pesquisei algumas fotos que representam a nossa ditadura na internet: aquela famosa da Guerra da Maria Antonia; a foto montada do Vladimir Herzog; imagens do amigo Frei Giorgio Callegari falecido há seis anos carregando ainda as sequelas das torturas que sofreu. Mas resolvi não colocá-las. Acho que aqui, neste momento, as palavras se bastam, inclusive as palavras do Taiguara, que por coincidência, postei, abaixo, em 18 de abril.

A ditadura acumulou muitas vitórias. O STF lhe forneceu a última.